Compromisso com a informação

Sabado, 13 de Julho de 2024

Notícias/Entretenimento

Luana Piovani está correta. Por Pedro Zambarda

Parece estranho? Mas faz sentido

Luana Piovani está correta. Por Pedro Zambarda
Luana Piovani (foto: Reprodução/Instagram)
IMPRIMIR
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

Luana Piovani está correta. Parece absurdo? Parece. A mulher, quando Lula foi preso, prometeu levar uma maçã para ele. Hoje ela mora em Portugal. Seu posicionamento político é lamentável. Quando o governo Bolsonaro promoveu pelo menos mais de 700 mil mortes após a pandemia, ela pregou o voto antipetista em 2022. Ela está acostumada a estar na mídia.

E Luana está acostumada a ser considerada a errada pela esquerda. Mas agora ela está certa.

Entre os YouTubers de gamers, eles afirmam que ela "lacrou errado". Que ela está "desesperada". Que ela quer "cancelar" o Fortnite. Vamos entender direitinho o caso.

No dia  15 de novembro, Luana Piovani falou em uma live sobre a sua preocupação ao descobrir que seu filho primogênito Dom, filho dela com o surfista Pedro Scooby, estava buscando informações sobre fuzil na internet por causa do jogo Fortnite.

“Fui falar com o Dom: ‘O que que é isso? Por que você está pesquisando fuzil? O que aconteceu?’. Eles jogam aquele jogo de matar [Fortnite]. Chegou num momento do jogo que eles pediram e essa foi a frase: ‘Eu precisava sugerir algo que causasse dano’. Eu dei ‘Fortnite’ para os meus filhos? Não!”, disse Luana Piovani.

“O Dom tem um computador e tem esse jogo dentro do computador dele. Claro que eu ofereci comprar um laptop bom que não tivesse isso, mas óbvio que a minha guerra já estava perdida uma vez que meu filho já havia ganhando essa merd*”.

“E meu filho menor, que no caso tem 8 anos, ganhou um Nintendo que joga ‘Fortnite’. Esse consigo controlar mais fácil, porque eu tiro o Nintendo, o computador não, porque meu filho tem 11 anos e ele já usa o computador na escola. Então, eu tenho que ficar ligada se ele está trabalhando ou jogando ‘Fortnite’. O que eu quero dizer com isso é que arma não serve pra nada. Quem tem que ter arma é quem é policial”.

Luana e Pedro Scooby se casaram em 2013, mas a união terminou em 2019. Juntos, eles tiveram três filhos, Dom e os gêmeos Liz e Ben.

Ela poderia, por ter apoiado Bolsonaro no passado, ter passado pano nessa cultura armamentista dos jogos de videogame. Poderia achar normal seu filho procurar armas de fogo na internet. A reclamação de Luana, no entanto, é um grito de socorro. Primeiro porque existe uma classificação etária que deveria, em tese, evitar que crianças com menos de 12 anos terem acesso à Fortnite. E não interessa se Fortnite não é "tão violento assim".

Veja o vídeo dela aqui.

Segundo porque, segundo o relatório do Ministério da Educação do governo Lula, ocorreram pelo menos 16 ataques armados em escolas envolvendo crianças, inclusive. Contra sete do ano passado - emulando os Estados Unidos.

Luana Piovani não tem esse grau de politização - mas está coberta de razão em se preocupar com os games de seus filhos.

Comentários:

Veja também

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!